23.06.2017 Fábio Bitão – [o]92ateoinfinito

Com mais de 25 anos de skate e fotografia nas costas, Fábio Bitão resolveu juntar algumas fotos pra contar essa história em mais um livro, o [o]92ateoinfinito. Com o lançamento programado pro próximo sábado (24), pedimos pra ele mandar algumas fotos do projeto e contar um pouco de cada uma, pra você sentir o peso histórico que esse cara carrega e, obviamente, fazer você comprar o livro pra ver tudo!

 

introdução por Felipe Minozzi (Fel) / fotos e texto por Fábio Bitão

 

blackroom_bitao_livro_01

 

CLIQUE AQUI E VEJA TUDO!

Share

21.06.2017 A Carta de 1988

Sempre que vou ao banheiro ter um momento de contemplação, levo alguma coisa pra ler. Esses dias, levei uma Thrasher antigona que tenho aqui em casa, edição de novembro de 1988. Nem capa tem mais. Por algum motivo obscuro, estava lendo as cartas dos leitores e me deparei com essa, a maior da edição, escrita pelo Paul deParrie, de Oregon, skatista dos anos 60.

 

Apesar de soar bem conservador, as reclamações dele e o modo como ele enxergava o skate na época formaram, na minha mente, um paralelo automático com os dias de hoje. Ainda reclamamos do não reconhecimento da sociedade, precisamos de mais pistas, somos incompreendidos e vistos como uma sub-categoria de cidadãos. Mesmo estando no Brasil e a carta sendo de um norte-americano, essas são realidades quase universais.

 

Não vou nem dizer se concordo ou não com o que o cara escreveu; o fato é que se passaram praticamente 30 anos e a carta dele continua atual. Lembre-se: era 1988! Será que eram problemas de época? Será que a idade muda tudo? O skate precisa mudar e se adaptar? Vamos discutir isso nos comentários.

 

introdução por Felipe Minozzi (Fel)

 

Carta - Thrasher - 1988 - 01

 

CLIQUE AQUI E LEIA TUDO!

Share

17.05.2017 Lançamento do Nike SB Blazer Vapor

No dia 16/05 (também conhecido como ontem), a Nike SB fez, em São Paulo, o lançamento do novo tênis da marca, o Blazer Vapor. Pra isso, convidou um monte de gente pra testar o boot na pista do Brasil Skate Camp e, mais importante, comer pizza até não aguentar mais. Com as mãos engorduradas, conseguimos tirar várias fotos e agora você confere como foi o rolê.

 

Fotos por Marcelo Mug e Caetano Oliveira

 

nikesb_blazervapor_mug (41)

Resumo do dia: muita pizza e muito tênis.

 

CLIQUE AQUI PRA VER TUDO!

Share

12.04.2017 Fotos do Vans Park Series Brasil

A Black Media fez uma cobertura animal do Vans Park Series 2017 no Brasil, com três vídeos filmados pelos meus manos Caetano Oliveira, Bruno Dox e Felipe Minozzi.

 

Eu estava lá em Serra Negra também, mas não fiz nem uma imagenzinha sequer pros vídeos, pois estava na missão de fotografar o campeonato pra Vans Brasil.

 

No total dos três dias foram 1721 fotos, das quais separei umas oitenta pra esse post, aproximadamente 5%. O que esses números significam? Absolutamente nada. Eu só precisava encher linguiça pra fazer essa introdução.

 

Texto e fotos por Marcelo Mug

 

VansParkSeries_087_645px Salve, parça! (Tomara que aquele cara ali em cima não esteja tirando uma foto do backside do Pedro)

 

CLIQUE AQUI PARA VER TODAS!

Share

05.04.2017 Gian Naccarato x Maioridade Profissional

Recentemente, soltamos o documentário Maioridade Profissional, que conta a história do skatista profissional Gian Naccarato. Como o filme foi produzido pelo Plinio Higuti, Leo Reali e Raphael Mariano, nós da Black Media só vimos o resultado final. Por isso, decidi conversar com o Gian pra saber como foi o processo de produção do documentário; reunimos também algumas fotos antigas que retratam bem o começo da carreira dele pra ilustrar a conversa. Se você ainda não assistiu o documentário, recomendo que você faça isso imediatamente clicando aqui.

 

entrevista por Marcelo Mug | fotos do arquivo pessoal de Gian Naccarato

 

 

Gian_02

Gian versão moleque, cabeludo e loiro.

 

CLIQUE AQUI E LEIA TUDO!

Share

13.03.2017 Retratos em 35mm

Não dá pra negar a importância e o valor de um retrato; ele fala por si só. Por isso, peguei alguns filmes vencidos e saí testando por aí. Alguns deram certo, outros não. Essa expectativa na hora de revelar é inexplicável, principalmente com filmes vencidos. Ou fica muito legal ou fica uma bosta. Quando sai do jeito que imaginamos na hora da foto, a sensação é muito boa. Nesse Black Room, escolhi algumas dessas fotos analógicas.

 

Muitos dos moleques de hoje não sabem nada sobre fotografia analógica. Sugiro que pesquisem, peguem umas câmeras velhas e saiam por aí, vale muito a pena. Talvez assim, sentindo a dificuldade, valorizem mais os fotógrafos das antigas e os atuais que continuam a usar filme.

 

Sempre que puder, vou fazer outros Black Rooms de retratos. Espero um dia, quando eu e os skatistas estivermos bem velhos, lembrar dessas fotos com um grande carinho, vivenciar novamente as situações, ter a mesma sensação de quando vejo uma foto antiga hoje. Espero que curtam!

 

texto e fotos por Caetano Oliveira

 

Black Room - Silas Baxter-Neal

CLIQUE AQUI E VEJA TUDO!

Share

27.01.2017 Rheumatic 2016

Mesmo um pouquiiiinho atrasado, aqui está o vídeo do Rheumatic Hard Core Session 2016. Afinal, não podíamos deixar de soltar tanta bomba; manobra cabreira não tem data de validade. Foi porrada o dia inteiro, sem parar um minuto. Nível absurdo e o mais importante: diversão da mais pura. Skate é isso aí. Ainda bem que escolhemos essa vida.

 

Share

08.01.2017 Not Landed – Parte 2

Bem no começo do Black Media, resolvi soltar algumas fotos de manobras não voltadas, no post Not Landed. Foi legal, teve uma boa repercussão.

 

Sempre penso nessas fotos que acho legais e ficam esquecidas no HD, muita coisa se perde. Um fotógrafo sério de skate sabe que essas fotos não devem ser usadas; alguns amigos nem arquivam essas imagens, simplesmente deletam após uma sessão mal sucedida. Cada foto tem a sua história, muitas coisas podem acontecer na sessão: o cara pode se machucar, a polícia chegar, segurança cuzão, enfim, milhões de oportunidades de dar merda. Acho legal contar a história de cada foto e pensar como poderia ter dado certo, que o cara poderia ter acertado a manobra e que vocês veriam essas fotos com outros olhos. Mas não é esse o caso! Hahaha!

 

texto e fotos por Caetano Oliveira

 

Alex Lekinho - Fs grind (Caetano Oliveira) - Not Landed

Alex Lekinho, fs grind - Nesse dia estávamos andando em um pico de Santo André e o Lequinho viu essa grind, da altura de um anão grande, e resolveu encarar. Era uma grade bem alta; ele tinha voltado um fifty e já estava de bom tamanho. Mas foi tentar o grind e acabou tomando um tombo daqueles em que a perna passa, acabou traumatizando o menino e foi embora só com o fifão mesmo. Pouco tempo depois, o fifty foi publicado em uma finada revista.

 

Bruno Kbelo, ollie (Caetano Oliveira) - Not Landed

Bruno Kbelo, ollie - Estávamos numa famosa churrascaria de Curitiba, conhecida pelo cano alto na lateral, onde o Gheraldini deu bs fifty e o Renato Souza crooked. O Bruno resolveu pular esse arbusto africano que era praticamente da mesma altura dele. Tentou algumas e fiz esse moment. Fiquei pilhando ele pra voltar a trick, mas ele acabou torcendo o tornozelo e ficando incapacitado. Fiquei triste porque curto essa foto.

 

Fabio Gheraldini, bs lip (Caetano Oliveira) - Not Landed

Fabio Gheraldini, bs lip - Esse mercado fica na Vila Madalena, em São Paulo, e já apareceu no Night in The Life do Kaue Cossa. As pessoas que moram no prédio ao lado odeiam skate, jogam ovos em quem vai andar no pico. O Fabio já tinha voltado umas lá, e queria o bs lip. Estávamos vindo de um outro pico e ele estava morto de cansaço, aí acabou adiando a volta do bs lip. Mas o mercado sofreu uma reforma, e o pico não existe mais.

 

Pedro Biagio, bs fifty (Caetano Oliveira) Not Landed

Pedro Biagio, bs fifty - Já levei uma galera pra andar nesse pico e poucos tentaram. Nunca consegui fazer uma foto de acerto nesse pico. Esse dia estava com o Pedrinho e ele tentou bastante. Estava quase voltando a trick, mas começou a chover e teve que desistir. Se tivesse acertado, teria que enfrentar uma ladeira cabreira na saída do corrimão. Pico para poucos; quem sabe um dia a gente volta lá.

 

JP Dantas, nollie heelflip (Caetano Oliveira) Not Landed

J.P. Dantas, nollie heelflip - Sessão noturna com o Bacon Lover, e nada de acertar a trick. Tudo preparado e bonitinho, com gerador, Rodrigo Bocão no rec, segurança, assistente passando massa plástica no chão de volta, cafezinho, faltava só acertar a porra do nollie heel. Tem dias em que o mar não está pra peixe e é absolutamente normal o cara não conseguir acertar. Foi por pouco, acabou ficando pra depois e aí… Nunca mais.

 

Leo Fernandes, ollie (Caetano Oliveira ) Not Landed

Leo Fernandes, ollie - Que o Leo tem o pop de cavalo todo mundo sabe, mas esse pico era inacreditavelmente alto. Não sei se mais alguém tentou pular no sentido contrário, mas é cabreiro demais. Nessa noite eu tinha feito a foto, e tava querendo muito que ele voltasse pra gente usar ela na entrevista que saiu no Black Media. Ele tentou bastante, mas o muro acabou vencendo e voltamos frustrados para casa. Tenho raiva dessa foto, seria um feito e tanto.

 

Rodrigo Maizena, crooked (Caetano Oliveira) Not Landed

Rodrigo Maizena, crooked - Esse dia foi foda. A gente estava procurando picos em São Bernardo do Campo. Eu tinha falado pro Maizena que tinha vários no ABC e ele veio com a banca de Carapicuíba, na pegada. Quando chegou não estava gostando de nenhum que eu mostrava, a situação estava tensa… Já chegaram a ver o tamanho da mão do caba? Eu sabia desse pico inóspito e resolvi mostrar. De tanto eu encher o saco, ele começou a tentar. O cano é muito alto e nunca vi ninguém andando ali. O Arame tinha andado em um na mesma praça, usando uma rampa de madeira, o que já era cabreiro. Estávamos no meio das tentativas quando começaram a passar uns caras de moto, encarando a gente. Passaram uma vez e olharam. Passaram de novo e ficou complicado… Quando ouvimos o barulho de novo eu já estava cagando na calça com os tripés na mão e indo em direção ao carro. Nem a mão gigantesca dele livraria a gente dos tiros e perda dos equipamentos. Saímos fora pra outro pico e acabou rendendo por lá. Pelo menos, não voltamos pra casa com o cartão de memória vazio.

Share

27.12.2016 Henrique Crobelatti

Henrique Crobelatti - Wallride Nollie Out (Caetano Oliveira)

 

Henrique Crobelatti – Wallride nollie out. (Caetano Oliveira)

 

1280×720 | 1650×1050 | 1920×1080 | 3000×2100

Share

31.10.2016 Levi´s Bowl Attack SP

No último dia 29/11, a Levi´s Skateboarding realizou, na Bowlhouse, o Bowl Attack SP, evento que botou o bowl de madeira abaixo. Muita gente, muita manobra, música e shape quebrado.

 

Confira na galeria abaixo como foi o evento. Dá pra clicar nas imagens pra ver em tamanho maior!

 

levis_bowlattack_bowlhouse (1)
« 1 de 70 »

 

E ainda vai sair vídeo!

Share

19.10.2016 Première Spirit Quest em São Paulo

Depois de intensas negociações, contratos assinados e muitas passagens de avião, conseguimos trazer para o Brasil (São Paulo, pra ser mais exato) a première do Spirit Quest, um dos melhores vídeos de skate do ano, saído diretamente da mente e das câmeras de Colin Read, um dos videomakers mais visionários do skate atual.

 

Confira como foi a première e dá seus pulo pra conseguir assistir ao vídeo porque vale a pena!

 

 

Também fizemos uma cobertura fotográfica por lá.

Share

11.10.2016 Première Spirit Quest em São Paulo

Depois de Paris, Londres, Nova York, Barcelona e outras cidades ao redor do mundo, com muito orgulho, nós (também conhecidos por Black Media) fizemos a première do Spirit Quest em São Paulo.

 

Graças ao intermédio do Ricardo Napoli, que é amigo do Colin Read, diretor do filme, conseguimos o contato do cara, conversamos e, mesmo sem ter visto o filme ainda, nos apoiamos na tranquilidade que o maravilhoso Tengu nos dava e resolvemos agitar uma sessão do filme no cinema por aqui, coisa rara de acontecer com vídeos independentes como esse. Ele achou a ideia boa e aconteceu.

 

E podemos dizer que valeu a pena. Valeu a pena mesmo. O vídeo é foda, a galera colou pra ver e todo mundo curtiu pra caralho a experiência única de assistir essa obra-prima no cinema.

 

Se você não conseguiu colar, pode comprar o DVD sem medo que vale cada centavo. Esse é um daqueles que vale ter o original na estante pra fazer inveja pra visita.

 

Confira as fotos pra ter uma ideia de como foi! Obrigado a todos os envolvidos. Colin, Napoli, pessoal do Olido, quem colou pra assistir… Que venha o próximo. Logo mais tem videozinho mostrando como foi a première.

 

P.S.: As fotos vão sem legenda porque estou podre de cansado. O Caetano já deve estar dormindo, o Mug acabou de me mandar as fotos e só tô eu de pé ainda.

 

texto por Felipe Minozzi “Fel” | fotos por Marcelo Mug

 

Spirit Quest em São Paulo

 

CLIQUE AQUI E VEJA TUDO!

Share

28.09.2016 Allan Carvalho

O Ban (apelido do Allan Carvalho) é um cara que decidiu ser fotógrafo de skate e se jogou de cabeça. Vi e acompanhei passo a passo essa evolução. Sempre andou muto de skate e teve a cabeça no lugar. Sempre humilde e gente fina, acabou preenchendo os requisitos para se tornar um grande profissional.

 

O fotógrafo de skate passa por diversas fases. Uma delas é estar na pegada, na rua o dia inteiro, fotografando.  Parece que essa fase do Ban não passa, porque sempre fico sabendo que ele foi em tal pico ou já fotografou tal manobra. Melhor pra gente.

 

introdução por Caetano Oliveira | texto e fotos por Allan Carvalho

 

Black Room - Allan Carvalho - Nilton Neves , fs smith. (Allan Carvalho)

 

CLIQUE AQUI E VEJA TUDO!

Share

19.09.2016 Colin Read e sua Spirit Quest

Um dos melhores e mais criativos videomakers do skate atual, Colin Read, também conhecido como Mandible Claw, falou à Jenkem sobre seu novo vídeo, o aguardado Spirit Quest. Conhecido por suas ideias fora do comum, Colin é um adepto da diversão acima de tudo, na hora de andar de skate ou na hora de filmar. Confira a entrevista e, se você ainda não conhece o trampo do cara, faça-se um favor e não perca mais tempo. Skate do melhor.

 

introdução e tradução por Felipe Minozzi (Fel) / entrevista por Nic Dobija-Nootens – Jenkem

 

Colin Read (reprodução Jenkem /Allen Ying)

Colin Read (reprodução Jenkem /Allen Ying)

 

CLIQUE AQUI E LEIA TUDO!

Share

12.09.2016 RatueirON

RatueirON é a pista que fica no quintal da casa do Otavio Neto, construída por ele mesmo e seus amigos, que você já viu aqui na Black Media no Xapa Driver #05 e também no One Shot.

 

 

Cravada no meio da Serra da Cantareira e rodeada de natureza por todos os lados, a rampa é apertada, rápida e bem foda de andar. Nos últimos tempos o Otavio me convidou para fotografar algumas sessões que rolaram por lá, e também pra documentar uma das reformas que ele vive fazendo na pista.

 

Esse Black Room é uma seleção de fotos inéditas dessas sessões com Jr. Pig, Lucas Xaparral, Murilo PeresTomas Lessman e o próprio Otavio, é claro.

 

Clique na foto para abrir em tela cheia.

Otavio Neto, wallride to fakie na finura da pilastra.
Otavio Neto, wallride to fakie na finura da pilastra.
« 1 de 20 »

 

Texto e fotos: Marcelo Mug

Share

08.09.2016 Pedro Volpi

O Black Media tem três anos e pouco de idade. Durante esse tempo, vimos uma evolução assustadora no skate desse cara. Em alguns anos, transformou-se em um skatista que está no topo da cadeia alimentar bowlzística. Vamos dizer que ele seria um rinoceronte.

 

Falando de skate de rua, também está em constante evolução. É um dos poucos skatistas brasileiros que anda em qualquer lugar. Isso é muito bom e, melhor ainda, foi acreditar no potencial dele anos atrás e hoje soltar essa entrevista gigante. Do Vale do Anhangabaú aos bowls mais cabreiros do Brasil, com vocês, Pedro Volpi.

 

introdução e entrevista por Caetano Oliveira | Fotos por Caetano Oliveira e Marcelo Mug

 

Pedro Volpi - Retrato (Caetano Oliveira)

 

CLIQUE AQUI E CONFIRA A ENTREVISTA!

Share

29.08.2016 Pedro Volpi

Pedro Volpi - Fs ollie (Caetano Oliveira)

Pedro Volpi, fs ollie. (Caetano Oliveira)

 

1280×720 | 1650×1050 | 1920×1080 | 3000×2100

Share
Página 1 de 1512345...10...Última »