Black Tapes - 17.04.2019 Dornelândia


Dornelândia é um projeto de Alexandre Neaime, Murilo Romão e Renato Costa Custódio que investiga e ressignifica a relação entre o skate e som, montado em um espaço chamado Esquesso, em São Paulo.

 

O processo de Dornelândia é dividido em quatro etapas. A primeira é baseada em incursões por ruas e ferros-velhos para coletar e resgatar materiais e objetos obsoletos. A segunda consiste em estudar e transformar esses materiais em um circuito híbrido de obstáculos e dispositivos de som. A terceira é focada na criação de um banco de sons gravado através do ato de andar de skate neste circuito. A quarta é composta por apresentações próprias e em conjunto com convidados, utilizando o banco de sons do projeto para criar música.

 

Dornelândia é um projeto colaborativo que forma organicamente uma Zona Autônoma Temporária para maximizar a liberdade e criar redes não hierárquicas. Os artistas, também chamados skatistas criativos, desenvolvem uma relação direta entre o projeto e as ruas, repensando e dando novos propósitos ao espaço físico. Eles também exploram novas maneiras de imaginar a prática do skate invertendo a lógica tradicional e pensando sobre o som das manobras antes delas serem executadas.

 

Você pode baixar o banco de sons gerado pelo projeto clicando aqui.

 

Share