Notícias - 07.08.2013 Parte do Camazano


Se você começou a andar de skate há poucos anos, talvez o sobrenome Camazano não seja tão familiar. Mas quem acompanha o skate há mais tempo sabe que Marcos Camazano já rodou o Brasil e o mundo com seu carrinho, cravando seu nome no skate nacional com aparições em vídeos e revistas.

 

Apesar de estar sempre filmando, fazia um tempo que não víamos uma nova parte dele, por isso fiquei muito feliz quando recebi um e-mail dele com o título “Vídeo Parte Camazano”.

 

Na verdade, esta parte é uma junção de dois bons acontecimentos na vida do Marquinhos: primeiro, a reforma de uma praça que fica perto da sua casa e, depois, a nova parceria com a Verdi Skateshop. Ele adicionou algumas imagens de outros picos e fez essa web parte que marca a nova parceria de Camazano com a loja. Aproveitamos a deixa e fomos trocar uma ideia com o próprio. Assista ao vídeo e depois leia:

 

 

 

Você ainda tá na pegada de andar profissionalmente ou divide seu tempo com outras atividades?

Tô na pegada, sim. Na real, nem penso muito nisso Quero continuar andando nas ruas, praças, pistas, filmando, tirando foto quando der, mas skate é algo que eu preciso praticar pra não ficar estressado, pra ficar sussa. Se eu vejo uma praça, um pico, já penso em manobrar, filmar, mas agora é mais pra me divertir. Continuo com a parceria e com o pro model de shape com a Diet Skateboards, e agora com a Verdi Skateshop. Sempre que der, vou viajar pra andar de skate e curtir as sessões. Porém, trabalho numa agência de Marketing esportivo e comunicação, a Sumatra, e isso está ocupando bastante do meu tempo. Trabalho fazendo marketing promocional, trade marketing, planejamento, viabilização e execução de eventos esportivos, como o Circuito Universitário de Skate e o Skate Night no Vale.

 

Você já teve imagens em vários vídeos, mas quantas partes de verdade você já lançou?

Tem a parte do vídeo da Diet Skateboards, o “É isso ae, radical!”, que saiu há uns sete anos atrás . Fiz um vídeo promo em março de 2007; não sei se pode ser considerado uma vídeo parte ou apenas um viral. Tem também um vídeo de quando morei seis meses em Costa Mesa, na Califórnia, há 5 anos atrás, e um outro que lancei em 2011. Todos esses estão apenas no YouTube e não saíram em nenhum vídeo mesmo.

 

Como surgiu a ideia de filmar essa nova parte?

Ah, skatistas sempre pensam nisso, sempre estamos filmando. Comecei a filmar com um amigo e ele disse: “Vamos fazer um vídeo”, e tal. Aí comecei a filmar e foi bem na época que a praça “perfeita” foi reformada, fizeram um chão “bom”. E eu moro perto, tava andando lá direto. Foi aí que eu pensei: “Vou fazer uma parte inteira nessa praça, mó visual!”.

 

Conta mais sobre essa praça perfeita que você é local! Hehehe!

Não posso divulgar o local, mas a galera já conhece. Tem a borda branca descendo. Mas não é muito perfeito, não, o chão é meio ruim, as bordas não deslizam muito… Porém, é cheia de árvores, um lugar calmo com boas energias e gente bonita!

 

Quer deixar algum recado pros internerds?

Sai do computador e vai andar de skate! (Nota do editor: a Black Media não se importa se você continuar acessando o site e não sair pra andar)

 

por Marcelo Mug

Share